No Image
AllinSurf
MAR
No Image

As primeiras investigações científicas no mundo do surf depararam-se com uma dificuldade clássica do mundo da ciência, a de medir e recolher informação sem interferir com a real desempenho do atleta. O ambiente marítimo é extremamente hostil para componentes eletrónicos, tornando extremamente difícil a atividade de recolha de informação científica.

A AllinSurf surgiu de um projeto de doutoramento, onde o surf foi investigado em diferentes ambientes controlados. Foram realizadas pesquisas tanto em laboratório, com análises de desempenho genéricas da atividade física e com movimentos simulados do surf, assim como em piscinas equipadas com o que existe de melhor no contexto das análises biomecânicas.

O verdadeiro desafio surgiu com a possibilidade de sair de um ambiente controlado para estar presente no ambiente real de prática do surf, o mar. Conseguimos reunir um conjunto de sensores de medição num único equipamento, o “All in One Surf”, o nosso sistema de aquisição de dados de navegação aquática. Este desenvolvimento permitiu pela primeira vez no mundo quantificar informações que até então eram completamente subjetivas. A AllinSurf conseguiu deste modo avaliar o desempenho do melhor surfista de ondas gigantes do mundo, Sebastian Steudtner, que surfou as ondas gigantes da Nazaré (Portugal) em condições extremas, com vagas registadas com mais de 30 metros de altura.

A nossa missão passa por desenvolver tecnologia aplicável ao surf, podendo esta ser aplicada em diferentes suportes e em diferentes tipos de atletas. A utilização desta tecnologia permite avaliar o desempenho do atleta e com isso mapear a atividade desportiva do surfista – a título pessoal ou profissional. Esta medição permite aperfeiçoar o desporto através de melhorias no treino especializado, na construção de pranchas e equipamentos específicos e na avaliação parametrização da performance do atleta.